• RIO GRANDE DO SUL
    (51) 3785-4944
  • SANTA CATARINA
    (48) 4042-2779
  • PARANÁ
    (41) 4042-3009
  • SÃO PAULO
    (11) 3042-3949
  • (51) 98189-0833
BLOG

ENTREGA E ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM TODO BRASIL.
CONDIÇÕES ESPECIAIS NO TELE-VENDAS

Entenda como funciona a logística em empresas do ramo frigorífico

28 de agosto de 2018
Baterias tracionárias

Quando se trata de distribuição e gerenciamento da cadeia logística, o setor de carnes, frango e congelados apresenta imensos desafios para os gestores. As empresas do ramo frigorífico precisam desenvolver estratégias para se adequar às obrigações do segmento e executar os serviços com excelência.

A logística, por si só, já demanda grandes investimentos, independentemente do nicho de atuação da empresa. Porém, o ramo frigorífico traz contratempos além dos convencionais.

Tendo a incumbência de entregar produtos perecíveis em um prazo estipulado, com toda qualidade e eficiência, além de obedecer às normas da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA), a logística frigorífica no Brasil é um verdadeiro desafio para os empresários.

Por isso, neste artigo, apresentaremos os pontos mais importantes sobre o ramo frigorífico no país: cenário, cuidados necessários, equipamentos fundamentais etc. Confira e boa leitura!

Panorama da logística frigorífica no Brasil

As empresas de logística que focam ou prestam serviços no ramo frigorífico no Brasil precisam enfrentar grandes obstáculos para oferecer um serviço de qualidade para os seus clientes.

Apesar dos recentes escândalos envolvendo produtores de carnes e aves, o país continua sendo um importante exportador do setor. Grandes nações como China e Estados Unidos têm no Brasil um dos seus principais fornecedores. Todavia, internamente, as empresas encarregadas de fazer o produto circular pelo país não encontram grandes facilidades.

Para estar apta ao serviço de transporte frigorífico, uma empresa deve obter licenças específicas de diferentes órgãos, tanto nos âmbitos municipais, estaduais e federais. Somado a isso, os gestores de logística precisam encarar a malha viária do país e todos os contratempos dessa etapa. Considerando a infraestrutura de todos os modais de transporte, o Brasil fica em último lugar entre os componentes do BRICS (Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul).

Mesmo com tudo isso, em termos de faturamento, a logística frigorífica ainda é atraente (o valor total do frete pode ser até 50% maior do que convencional). Entretanto, o cenário atual torna a atividade desafiadora para empresas de baixo poderio financeiro.

Cuidados necessários

Como explicado, uma empresa de logística que trabalha com mercadorias frigoríficas precisa se adequar às normas da ANVISA, além de outras exigências que podem variar de acordo com o estado ou município da organização.

Além disso, é preciso definir o tipo de produto com o qual trabalhar, a fim de obter as ferramentas necessárias para o transporte e o manuseio das cargas. Em geral, a logística de frigoríficos exige equipamentos que facilitem a movimentação e a conservação da mercadoria — como indicadores de temperatura.

Boas práticas de transporte e armazenamento

As boas práticas, aqui, são direcionadas principalmente para garantir a adequação das normas e a qualidade dos produtos. O monitoramento precisa se iniciar na etapa de produção (caso as empresas do ramo frigorífico também cumpram esse papel).

Durante os processos de manuseio e armazenamento é vital que se providencie a refrigeração da mercadoria, tendo determinadas áreas isoladas até o momento de transporte. O período da carga dentro dos veículos de transporte deve ser o menor possível, e sempre em condições ambiente de acordo com as caraterísticas de cada mercadoria.

Seguindo essas boas práticas de transporte e armazenamento, as chances de perda são mínimas, além de permitir que tudo ocorra de acordo com as exigências dos órgãos competentes.

A necessidade de contratação de uma empresa especializada

Já vimos que o trabalho da logística frigorífica no Brasil exige peculiaridades incomuns a outros nichos do setor. Por isso, a contratação de especialistas é uma maneira inteligente para executar de maneira eficiente os serviços e obter os resultados esperados.

Não é necessário contratar uma parceira que faça todo o trabalho logístico. Se a sua empresa já possui uma boa estrutura, o indicado é contar com a terceirização em pontos específicos do processo. Por exemplo: a vulnerabilidade do seu negócio pode estar justamente no conhecimento das normas vigentes para o transporte de frigoríficos — nesse caso, contratar um especialista com conhecimento sobre as leis seria o ideal.

A cadeia logística sempre apresenta oportunidades para aumento de produtividade ou para uma redução de custos. O importante é ficar atento aos gargalos do seu negócio e contar com a participação de especialistas para resolver as questões da melhor maneira possível. 

Equipamentos fundamentais

Ao longo do texto, explicamos que a logística frigorífica demanda a implementação de ferramentas específicas para a movimentação, armazenamento e transporte das mercadorias. Alguns desses equipamentos são:

  • baús isotérmicos (garantem a temperatura ideal dentro dos veículos de transporte);
  • indicadores de temperatura (medem a temperatura dos locais em que se encontram as mercadorias);
  • paredes de isolamento térmico (isolam a entrada e saída de calor de um ambiente);
  • placas eutéticas (chapas de aço capazes de diminuir a temperatura de um ambiente ao nível de congelamento);
  • equipamentos de proteção individual (obrigatórios para a realização das atividades em um armazém frigorífico);
  • empilhadeiras (máquinas utilizadas na movimentação das mercadorias, dentro de um determinado espaço).

Integração dos processos

Integração é uma palavra em voga no mercado, em todos os setores. Porém, na logística de frigorífico, esse conceito é mais do que necessário. Por ter a obrigação de estar em sintonia com outros departamentos, como o de compras e o financeiro, o gestor da logística precisa ser rápido na tomada de decisões.

Aqui, uma boa integração de processos pode garantir que as mercadorias sejam armazenadas, adquiridas ou transportadas nas melhores condições e com a melhor qualidade. Além disso, um trabalho integrado facilita a comunicação com os fornecedores, permitindo que as empresas parceiras realizem o melhor serviço de acordo com as necessidades do negócio.

Uso de tecnologia

A implementação da tecnologia é importante em todas as áreas da indústria. Como explicado, a logística frigorífica utiliza várias ferramentas inovadoras na execução dos serviços, reforçando a necessidade de tecnologia ao setor.

Além disso, softwares de gestão são essenciais para que o monitoramento das atividades seja uniforme e constante. O nível de acompanhamento do gestor da logística reflete diretamente no produto final entregue ao cliente. Implementar tecnologias na supervisão é uma maneira inteligente de garantir maior produtividade por parte de todos os envolvidos.

Somado a tudo isso, a tecnologia é importante na manutenção e reparo de equipamentos. Com ferramentas inteligentes que analisam e apontam possíveis falhas, a empresa nunca será pega de surpresa e manterá todos os equipamentos em pleno funcionamento.

Como é possível perceber, tratando-se de logística, não há como negar que as empresas do ramo frigorífico no Brasil enfrentam grandes obstáculos para a execução do trabalho. Por isso, o melhor caminho é se manter informado, equipado e atualizado para se adequar previamente a todas as exigências e entregar um produto de qualidade para o seu consumidor.

Que tal continuar aprimorando os seus conhecimentos e conferir o nosso artigo sobre os 5 processos logísticos mais importantes de um centro de distribuição?

 

Compartilhe:

Nossos
CLIENTES

Entre em contato, tire suas dúvidas!