• RIO GRANDE DO SUL
    (51) 3785-4944
  • SANTA CATARINA
    (48) 4042-2779
  • PARANÁ
    (41) 4042-3009
  • SÃO PAULO
    (11) 3042-3949
  • (51) 98189-0833
BLOG

ENTREGA E ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM TODO BRASIL.
CONDIÇÕES ESPECIAIS NO TELE-VENDAS

Fique por dentro de 8 fatores que afetam o custo de armazenagem

4 de junho de 2018
Gestão de Frotas

Você sabe qual é o custo de armazenagem para a sua empresa? Se não, está na hora de descobrir!

O estoque de mercadorias tem grande influência nos custos operacionais e de logística de um negócio, o que exige que você mantenha um bom equilíbrio entre a oferta e a demanda para realizar uma boa gestão desse setor.

Portanto, é essencial que você entenda quais são os fatores que impactam esses gastos e como reduzir os custos para aumentar a lucratividade da empresa. E é exatamente isso que você vai descobrir neste artigo! Leia agora e entenda tudo sobre os custos de armazenagem dos seus produtos.

1. Tecnologias de gestão do estoque

Para controlar e gerir o seu estoque com eficiência, pode ser necessário investir em tecnologias, como softwares e sistemas automatizados. Esse é um dos fatores que impactam diretamente nos custos de armazenagem do seu negócio.

A melhor forma de lidar com esse gasto pode não ser simplesmente eliminar a tecnologia, uma vez que ela aumenta a produtividade dos seus colaboradores e a eficiência da gestão. Porém, você pode reavaliar o sistema utilizado e buscar entender qual a ferramenta oferece melhor custo-benefício para a empresa.

2. Equipamentos

Além das tecnologia, você precisa investir em alguns equipamentos específicos para armazenar e transportar os produtos dentro do armazém. Esse é o caso de empilhadeiras e caminhões, por exemplo.

Além do valor da aquisição desses produtos, é necessário que você invista na substituição de peças e equipamentos, e da troca da frota quando necessário. Uma boa maneira de reduzir esse gasto é o investimento em manutenções preventivas e treinamento dos colaboradores para que faça melhor uso dos recursos.

Dessa forma, você aumenta a vida útil dos seus equipamentos e garante um ótimo funcionamento da empresa.

3. Mão de obra

Você precisa contar com colaboradores capacitados e bem treinados para lidar com o seu estoque da melhor forma possível. Portanto, além de levar em conta o custo com a contratação de funcionários e o salário mensal, é importante que você também considere treinamentos e capacitações oferecidas a esses colaboradores, na hora de calcular os custos de armazenagem.

Investir na mão de obra pode ser uma forma de aumentar a produtividade da sua equipe e, com isso, diminuir os gastos com contratação de novos colaboradores. Tecnologias de armazenagem e equipamentos também podem ajudar a cumprir essa tarefa com eficiência.

4. Aquisição e manutenção do local de armazenagem

É preciso contar também com um espaço físico em condições adequadas para armazenagem dos seus produtos. Ou seja, é necessário que você construa ou alugue um galpão de estoque para as suas mercadorias.

Além disso, você precisa investir em infraestrutura, como prateleiras, equipamentos de ventilação, iluminação, sistema de controle de temperatura e equipamentos de segurança. Também é necessário realizar a limpeza e manutenção periódica da estrutura do seu galpão para garantir condições excelentes de armazenagem.

Tudo isso tem grande impacto nos custos e deve ser levado em consideração na hora de realizar os seus cálculos.

5. Características dos produtos

Cada produto armazenado tem um peso e dimensões específicas, exigindo armazenagem diferencial. Esses elementos influenciam os seus custos de armazenagem dos materiais em estoque, um vez que o espaço ocupado pelo produto é um dos fatores que gera gastos para a empresa.

Para reduzir esse custo é importante que você tenha em mente que, quanto menos espaço os produtos ocupam no seu estoque, menor são os gastos com a armazenagem do material. Por isso, é importante pensar formas de alocar as mercadorias de maneira que elas ocupem o mínimo de espaço possível, otimizando o aproveitamento do armazém.

6. Embalagem

A embalagem tem como principal função proteger os produtos e garantir integridade da mercadoria até o consumidor final. Isso é essencial, visto que danos e acidentes podem gerar uma série de prejuízos para o seu negócio. Porém, ela também gera custos para a sua armazenagem já que, além de ser necessário adquirir o material para embalagem adequada, ela pode aumentar o espaço ocupado pelo produto no seu estoque.

Para reduzir esse gasto, é necessário pesar o custo-benefício do processo de embalagem de materiais. Para isso, considere as características de cada um dos produtos, assim como as diversas formas de embalagens que podem ser utilizadas. Dessa forma, você consegue tomar decisões mais assertivas sobre qual embalagem utilizar para cada uma das mercadorias em estoque, evitando gastos desnecessários.

7. Layout de armazenagem

A forma como os produtos estão organizados e alocados dentro do seu estoque, influencia diretamente no fluxo de mercadorias e na produtividade dos seus colaboradores na movimentação desses produtos. E isso também é um dos fatores que deve ser levado em conta na hora de calcular os custos de armazenagem.

Ter um layout eficiente e adequado às necessidades do seu negócio, pode ajudar na economia do custo de armazenagem das mercadorias. Isso porque ele garante um aumento na produtividade dos colaboradores, melhora o fluxo de mercadorias do seu estoque e evita desperdício devido ao esquecimento de produtos.

8. Giro de estoque

Quando a sua mercadoria fica parada por muito tempo no armazém da empresa você aumenta o custo de armazenagem do negócio. Isso acontece porque você aumenta o espaço utilizado para alocação dos produtos e o capital estagnado da empresa. Dessa forma, a velocidade com que o seu estoque gira é um outro fator que tem grande influência no custo de armazenagem do negócio.

Para reduzir os seus gastos, é essencial que você entenda bem qual a demanda por cada um dos produtos oferecidos e buscar um equilíbrio entre a saída e a entrada de mercadorias. Com isso, é possível programar a reposição com mais assertividade e diminuir a quantidade de itens parados por muito tempo no seu armazém.

Agora que você já sabe quais são os fatores que afetam o custo de armazenagem do seu negócio, invista em medidas para reduzi-lo. Lembre-se que, quanto menos custos operacionais sua empresa tiver, maior será a lucratividade. 

Gostou do conteúdo? Então, compartilhe este artigo nas suas redes sociais e ajude seus amigos empreendedores a também reduzirem os custos de suas empresas!

Compartilhe:

Nossos
CLIENTES

Entre em contato, tire suas dúvidas!