• RIO GRANDE DO SUL
    (51) 3785-4944
  • SANTA CATARINA
    (48) 4042-2779
  • PARANÁ
    (41) 4042-3009
  • SÃO PAULO
    (11) 3042-3949
  • (51) 98189-0833
BLOG

ENTREGA E ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM TODO BRASIL.
CONDIÇÕES ESPECIAIS NO TELE-VENDAS

A logística 4.0 e como ela pode impactar a sua empresa!

28 de agosto de 2018
Gestão de Frotas

A logística 4.0 surgiu na toada da indústria 4.0 e se baseia em utilizar ferramentas tecnológicas — como a Internet das Coisas e o Big Data — e a visão analítica de novos profissionais para potencializar os resultados de uma empresa dentro do setor.

Ou seja, é uma metodologia que possibilita a integração e a coordenação otimizada de processos dentro de uma organização. Quando bem implementada, problemas relacionados aos fluxos de entrada e saída de materiais podem ser simplificados. As empresas estão usando esse meio para conectar todas as suas linhas de produtos e serviços.

Mas, como realmente a logística 4.0 pode impactar nos serviços de uma organização? Continue lendo e veja exemplos de como esse novo conceito pode mudar o seu negócio. Boa leitura!

Competitividade e interesse do cliente

A competitividade será um ponto de extrema mudança com a solidificação da logística 4.0 no mercado. Como explicado, esse conceito de trabalho se baseia na utilização da tecnologia para aprimoramento de processos, inclusive no que tange o relacionamento com o cliente.

Atualmente, a atuação das empresas está bastante nivelada, o que torna alta a competição entre todas. Porém, os empreendimentos que não se adaptarem a essa nova realidade ficarão para trás gradativamente. Com o trabalho “convencional” não sendo mais um padrão, será natural que a competitividade diminua.

E, se tem um aspecto que determinará esse desnivelamento entre as empresas é o interesse do cliente pelos serviços prestados. Com as mudanças da logística 4.0, o cliente se tornará cada vez mais o centro das atenções.

As tecnologias colocadas à disposição das empresas permitirão o desenvolvimento de serviços e produtos mais customizados e adaptados aos gostos e preferências dos consumidores, refletindo diretamente em sua decisão de compra.

Virtualização de informações

O fato é que, por muitos anos, a logística sempre foi um dos setores poucos associados à tecnologia. A ideia de que a comunicação no setor pudesse ser feita de forma integrada e instantânea era algo que soava como longínquo.

A logística 4.0, então, surge para mudar completamente esse panorama. O conceito de extração, armazenamento e utilização dos dados é mais uma das bases fortes dessa filosofia de trabalho. Com o Big Data tendo papel fundamental nisso, a virtualização de informações será uma constante em empresas que adotarem a fórmula 4.0.

Isso não apenas tornará os processos mais confiáveis (com as informações sendo passadas em confiabilidade), como também mais rápidos. A possibilidade de obter dados imediatos e coesos permitirá, por exemplo, que as atividades não sofram com retardos ou falhas devido a eventuais ruídos de comunicação.

Otimização da capacidade operacional

O aumento da capacidade operacional é uma busca constante de todo gestor e/ou dono de empresa. Afinal, quanto maior a produtividade do negócio, maiores também são as possibilidades de obtenção de lucros.

Considerando que, em geral, o uso da tecnologia nas empresas tem como principais objetivos a redução de custos e o aperfeiçoamento de processos: entendemos que a logística 4.0 é a resposta certa para a contínua busca.

Em outras palavras, dificuldades que antes eram aceitáveis e corriqueiras na indústria, como erro de contagem, atraso no preenchimento e impressão de documentos, entre outros, não mais existirão e, finalmente, toda cadeia de processos será otimizada por igual.

Necessidade de adequar a capacitação de colaboradores

Logicamente, os benefícios dessa nova filosofia não acontecerão em um passe de mágica. Será necessário muito trabalho e empenho por parte de todos os envolvidos. Todavia, para que todas as equipes apresentem os resultados esperados, será essencial uma capacitação direcionada.

Toda empresa precisa desenvolver e aplicar estratégias de treinamento para os seus funcionários, sendo esse trabalho importante para garantir o desenvolvimento das habilidades individuais e coletivas que serão aplicadas no dia a dia da organização.

No entanto, para a correta adaptação das inovações de uma logística 4.0, será necessário um nível de capacitação diferenciado, um trabalho direcionado para que todos possam extrair o melhor das novas tecnologias. Como toda estratégia de treinamento, essa também será importante para engajar e motivar os profissionais, mostrando que a empresa se preocupa com a preparação de todos perante a nova realidade do mercado.

Mudança na cultura corporativa

A cada milênio, século e década, a sociedade evolui e se transforma. O mundo corporativo não é alheio a isso e acompanha as modificações. Em outras palavras: ainda que, hoje, estejamos falando da logística 4.0, a verdade é que outras inovações já surgiram ao longo do tempo e muitas marcas deixaram de existir simplesmente porque não conseguiram se adaptar.

Assim sendo, antes de qualquer passo prático, a metodologia 4.0 exigirá uma mudança cultural das empresas. A história nos mostra que as corporações que não entenderam ou não aceitaram as transformações foram as mais prejudicadas. Uma cultura que não privilegia o novo e fica presa a conceitos e estereótipos antigos, dificilmente conseguirá extrair todos os benefícios da logística 4.0.

Integração de sistemas

Integração é mais uma das palavras em voga no atual mercado corporativo. E, nesse ponto do texto, já é possível entender que a homogeneidade de sistemas é um dos pilares que sustenta a logística 4.0.

Dificuldades de comunicação e negligência no acompanhamento das equipes serão situações do passado. Com a adoção de ferramentas dentro desse novo panorama, os gestores de logística terão uma visão muito mais abrangente do negócio e serão capazes de tomar decisões mais rápidas e assertivas.

Redução de custos

Historicamente, a logística sempre foi um dos setores mais onerosos de uma empresa. Com atividades que vão desde o armazenamento de mercadorias até o gerenciamento de frotas de veículos, a atividade demanda grandes investimentos.

Porém, com as recentes e seguidas grandes crises econômicas, a política de redução de custos se tornou imperativa no mercado mundial, obrigando as empresas a manter a máquina funcionando com qualidade, mas aplicando o menor orçamento possível.

A logística 4.0 é, basicamente, uma maneira inteligente e eficiente de se adaptar a esse cenário mundial. Muitos custos das empresas são devidos às falhas ou atrasos de processos. Esses lapsos poderão ser corrigidos e extintos com um trabalho automatizado e apoiado pela implementação de inovações tecnológicas. Com maior efetividade, naturalmente as empresas terão maiores lucros e menores gastos.

Enfim, a logística 4.0 engloba o desenvolvimento e a integração de tecnologias inovadoras de informação e comunicação nas empresas do setor, tendo, como principal objetivo, fomentar a rede inteligente de produtos e processos ao longo da cadeia de suprimentos. Mas, como explicado, é preciso uma predisposição dos donos e gestores para as mudanças necessárias na adaptação dessa nova filosofia de trabalho. Analise todas as informações apresentadas e esteja preparado para as inovações.

Agora que você já sabe o que é a logística 4.0, que tal descobrir como implementar a padronização de processos logísticos em sua empresa? Leia já o nosso post sobre o assunto.

Compartilhe:

Nossos
CLIENTES

Entre em contato, tire suas dúvidas!