• RIO GRANDE DO SUL
    (51) 3785-4944
  • SANTA CATARINA
    (48) 4042-2779
  • PARANÁ
    (41) 4042-3009
  • SÃO PAULO
    (11) 3042-3949
  • (51) 98189-0833
BLOG

ENTREGA E ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM TODO BRASIL.
CONDIÇÕES ESPECIAIS NO TELE-VENDAS

Centro de distribuição: conheça 5 processos logísticos importantes

Um centro de distribuição é um espaço logístico no qual as mercadorias são armazenadas e, por meio das ordens de saída, enviadas para serem distribuídas no comércio atacadista ou varejista. Geralmente, é composto por um ou mais armazéns nos quais sistemas são implementados de acordo com as necessidades.

Embora, ao longo do tempo, os centros de distribuição tenham se modernizado e incorporado a automação em suas operações, conhecer como eles funcionam — de uma maneira geral — é essencial para o gerenciamento dos diferentes processos que fazem parte da logística.

Especialistas em logística apontam que os centros de distribuição devem ser entendidos como a união de elementos inter-relacionados, onde os produtos devem permanecer o menor tempo e — enquanto estão lá — ser movimentados o mínimo possível.

Neste post, conheça 5 importantes processos logísticos realizados em um centro de distribuição. Boa leitura!

1. Armazenamento de produtos

É a função que se encarrega de guardar todas as mercadorias. Para este propósito, um controle de estoque e processo de custódia devem ser implementados. Essa operação controla fisicamente e mantém todos os bens inventariados.

Entre os principais pontos a se considerar durante o armazenamento de produtos, estão:

  • as quantidades armazenadas são calculadas para que originem os custos mínimos possíveis, e para que os níveis desejados de serviço sejam mantidos;
  • a vinícola deve ser organizada de tal forma que implique os melhores esforços para o seu funcionamento;
  • a movimentação de produtos e de pessoal deve aproveitar os meios disponíveis e sempre utilizar cargas completas.

2. Recebimento de mercadorias

Trata-se de um conjunto de ações para se obter as mercadorias recebidas de maneira uniforme e eficaz. No início do processo, devem ser averiguados detalhes sobre as cargas recebidas.

Entre as principais fases do processo de recebimento de mercadorias, estão:

  • preparação da área de recepção;
  • verificação das mercadorias (pesagem, rotulagem, preço, controle de qualidade, armazenamento rápido);
  • comunicação ao departamento de compras.

Porém, para que a recepção de mercadorias seja eficaz, os centros de distribuição devem ter uma equipe especificamente responsável por este processo.

3. Movimentação de mercadorias

A movimentação de mercadorias é uma ação que causa mudanças de estoques ou movimento na situação de um material. Geralmente, esses movimentos envolvem um aumento ou redução na quantidade de produtos do centro de distribuição.

Os tipos básicos de movimentação de mercadorias são:

  • entrada de mercadorias;
  • saída de mercadorias;
  • transferências;
  • regularizações.

4. Picking

Picking é o processo em que vários itens são coletados do armazenamento para a consolidação de carga para um determinado cliente. Ou seja, é uma tarefa essencial para o correto atendimento ao cliente, pois é o passo inicial da entrega de produtos.

Sua principal característica é a intensidade de trabalho, fazendo com que o picking seja uma das atividades mais onerosas e desgastantes da cadeia de suprimentos. Por isso, muitas empresas utilizam a tecnologia e automatizam a maior parte do processo.

5. Expedição de mercadoria

Quando um acordo foi fechado entre comprador e vendedor, deve-se enviar as mercadorias usando o meio de transporte mais apropriado ou aquele que tenha sido concordado. É nesse ponto que acontece a expedição de mercadoria.

Porém, para que este processo ocorra perfeitamente, é preciso uma realização correta de várias atividades. Por exemplo:

  • criação do documento de entrega;
  • separação de produtos (picking);
  • embalagem (se necessário);
  • emissão de notas;
  • gerenciamento de transporte do processo de entrega.

Ainda existem outros processos importantes dentro um centro de distribuição. Afinal, este espaço é conhecido como um “quartel-general” das atividades logísticas. Porém, é necessário não apenas o conhecimento sobre as diferentes funções, como também um gerenciamento sólido sobre o centro como um todo.

Gostou do artigo? Siga a nossa página no Facebook e confira outros conteúdos interessantes.

Compartilhe:

Nossos
CLIENTES

Entre em contato, tire suas dúvidas!