• RIO GRANDE DO SUL
    (51) 3785-4944
  • SANTA CATARINA
    (48) 4042-2779
  • PARANÁ
    (41) 4042-3009
  • SÃO PAULO
    (11) 3042-3949
  • (51) 98189-0833
BLOG

ENTREGA E ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM TODO BRASIL.
CONDIÇÕES ESPECIAIS NO TELE-VENDAS

KPI de logística: conheça os principais!

3 de outubro de 2017
Gestão de Frotas

Constantemente, empresas têm a necessidade de avaliar seus processos e medir sua eficiência. Uma das possíveis formas de medir seu desempenho é utilizando indicadores. O termo original é KPI, Key Performance Indicator, ou Indicadores-Chave de Desempenho, em português. Para as necessidades da área de transportes, é possível adotar diversos tipos de KPI de logística.

Então, para conhecer a importância dos indicadores de desempenho na logística e quais são os principais, confira nosso artigo.

O que é um KPI na prática e qual a sua finalidade?

O KPI é uma ferramenta que permite que as empresas avaliem a performance de seus processos. É também um meio que possibilita alinhar os métodos aplicados de acordo com os objetivos estratégicos.

O próprio termo, Indicadores-Chave, já entrega parte do conceito de um KPI. Isso quer dizer que apenas processos relevantes e com impacto na gestão da empresa devem ser medidos. Do contrário, o processo de apuração de desempenho pode tornar-se mais prolongado e consumir mais recursos do que necessário.

Existem diferentes tipos de KPIs para vários aspectos da gestão de uma empresa. Indicadores de produtividade, por exemplo, são importantes para compreender a relação entre os recursos empregados na produção e os resultados obtidos.

Já indicadores de lucratividade tem foco na parte financeira e ajudam a explicar o percentual de lucro obtido sobre a receita de vendas. Os indicadores de qualidade também são amplamente utilizados e refletem a quantidade de itens produzidos dentro dos padrões necessários.

Um dos principais benefícios da utilização de KPIs é que permite visualizar os processos com base em seus resultados e adotar medidas corretivas quando ocorrem desvios da meta estabelecida. A prática de avaliação constante é um fator fundamental para o aperfeiçoamento de um procedimento.

É importante notar que os indicadores devem ser simples e fornecer informações claras. Por essa razão, eles são exibidos em forma de gráficos e tabelas. É recomendado que as empresas mantenham um registro histórico das avaliações anteriores como parâmetro de comparação e para observar o progresso ao longo do tempo.

Qual a importância em usar um KPI de logística?

A otimização dos resultados de uma empresa está profundamente relacionada com a apuração de KPIs e a área de logística não é exceção. Esse setor tem influência no desempenho da empresa como um todo e é um recurso importante na produtividade e, consequentemente, rentabilidade do empreendedor.

O profissional de logística deve conhecer quais parâmetros requerem avaliações constante e qual frequência deve ser adotada. Algumas etapas do processo podem requerer acompanhamento diário, enquanto outras podem ser apuradas semanalmente ou mensalmente, sem prejuízo nos resultados.

A importância dos indicadores de logística reside em seu papel para controlar as atividades desta área. As principais funções deste âmbito, logística de abastecimento e de escoamento da produção, são fundamentais para a cadeia produtiva e a lucratividade de uma empresa.

Durante a análise do nível de serviço dos processos logísticos, os indicadores mais comuns estão relacionados ao prazo de atendimento e suas consequências na produção. Confira a lista de alguns indicadores que podem ser adotados na sua empresa:

Prazo de Lead-Time

O Lead-time, em inglês, é considerado um dos termos mais importantes da logística e representa o período de tempo que uma atividade leva para ser concluída.

No campo da logística, este processo retrata o prazo entre a colocação do pedido para o fornecedor e a entrega do insumo na empresa. Ele também se aplica sob o ponto de vista do cliente, considerando o momento em que o produto foi encomendado, concluiu o processo produtivo e foi entregue ao cliente final.

Sua importância está em garantir que os insumos para a produção sejam recebidos no período programado e, também, assegurar que os clientes receberão os produtos conforme eles foram adquiridos.

O empreendedor que deseja adotar o Lead-time como indicador de desempenho deve apurar qual é o prazo de lead-time atual. Este número pode ser obtido pelo cálculo da média histórica da empresa.

Índice de pedidos em atraso

Empresas podem apresentar a necessidade de apurar a quantidade de pedidos que não são atendidos dentro do prazo. Este é um KPI de logística importante, pois ressalta problemas reais que ocorreram e qual foi a sua repercussão nos resultados.

Quando um pedido se encontra em atraso é papel da área de logística realizar um estudo das causas que levaram a esse cenário. Geralmente, as causas podem ser atribuídas à escassez de material, defeito em máquinas e equipamentos ou acidentes que causam interrupção do trabalho.

O conhecimento de quais são as causas fornecem informações necessárias para a adoção de medidas preventivas e corretivas. A ação seguinte é a realização de ajustes para que o indicador retorne para os parâmetros normais.

Índice de acuracidade do inventário

Atualmente, as empresas têm a oportunidade de contar com sistemas de gestão integrada que tornam o registro de informações mais simples, permitindo o acompanhamento de indicadores com resultados mais precisos.

Os sistemas de informação representam uma ferramenta importante quando o empreendedor decide avaliar os níveis de estoque de sua empresa, por exemplo.

A meta é que o registro no sistema e no estoque físico sejam idênticos, ou seja, todos os materiais que deixaram o estoque e foram aplicados na produção devem ser registrados no sistema.

Inconsistências encontradas no indicador de inventário podem afetar diversos departamentos. A área de suprimentos, por exemplo, pode ser levada a acreditar que os estoques estão em um nível abaixo do recomendado e realizar a compra de novos materiais para reposição sem que haja real necessidade. Essa prática pode gerar novos custos e comprometer a organização do espaço no armazém.

A área produtiva também pode sofrer impacto durante a fabricação caso a quantidade real seja menor que os valores apresentados no sistema, pois não haverá insumos suficientes para abastecer a produção. Podem ocorrer atrasos no trabalho e existirá a necessidade de realizar compras em caráter emergencial para evitar a parada da fábrica.

Índice de atendimento do pedido

A otimização dos processos logísticos repercute diretamente na satisfação do cliente. Isto ocorre pela relação entre a etapa de produção e o atendimento às demandas do cliente. Essas demandas podem incluir especificações técnicas, como peso, tipo de material e volume.

O indicador de atendimento de pedido é medido pela quantidade de pedidos produzidos comparado com a quantidade que apresentou algum tipo de desvio em sua execução.

Quando uma requisição apresenta itens diferentes ou em quantidade inferior ao que foi pedido, produtos avariados e produtos que não atendem as especificações do cliente, o resultado é prejudicial para empresa.

A maior consequência disso está nos custos que envolvem a devolução dos materiais, pois incidem novos custos de transporte, consumo de insumos para corrigir os produtos defeituosos e o retrabalho que afeta os profissionais da área produtiva. Isso sem falar na decepção gerada ao cliente.

Como estabelecer indicadores de desempenho?

Como vimos em nosso artigo, as empresas de todos os setores desenvolvem técnicas para alcançar seus objetivos estratégicos. Aumentar a participação de mercado, reduzir custos produtivos e desenvolver novos produtos são alguns exemplos que podem ser selecionados.

Para que as ações tomadas estejam realmente levando os números até os objetivos traçados, é importante acompanhar os resultados, e é aí que entram os KPIs. Os indicadores ajudam a manter o plano estratégico em ordem, sinalizando problemas e oportunidades de melhorias.

O KPI de logística é fundamental para que a empresa mantenha suas atividades de acordo com o esperado, permitindo que todo o processo produtivo esteja em ordem e que a empresa consiga aproveitar todas as oportunidades do mercado.

Para estabelecer quais serão os indicadores, tenha atenção com cada ponto que destacamos. O lead-time, índice de pedidos em atraso, acuracidade do inventário e índice de atendimento são indicadores que podem ser controlados.

Gostou do nosso conteúdo sobre KPI de logística? Então curta nossa página no Facebook e veja mais artigos como este.

Compartilhe:

Nossos
CLIENTES

Entre em contato, tire suas dúvidas!