• RIO GRANDE DO SUL
    (51) 3785-4944
  • SANTA CATARINA
    (48) 4042-2779
  • PARANÁ
    (41) 4042-3009
  • SÃO PAULO
    (11) 3042-3949
  • (51) 98189-0833
BLOG

ENTREGA E ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM TODO BRASIL.
CONDIÇÕES ESPECIAIS NO TELE-VENDAS

Entenda o que é MTBF e MTTR

28 de setembro de 2017
Gestão de Frotas

Todo gerente é constantemente cobrado por resultados e necessita alcançar uma série de metas. Para bater as metas determinadas, os gestores precisam monitorar o desempenho do negócio por meio de indicadores.

Os indicadores, também chamados de KPIs (Key Performance Indicator) são métricas que possuem a finalidade de avaliar processos e negócios, apresentar o desempenho, a tendência e proporcionar a comparação com resultados obtidos anteriormente.

Entre os milhares de indicadores existentes, existem dois que são amplamente utilizados pelos gerentes e permitem que eles tenham a visibilidade da disponibilidade de máquinas e equipamentos. O que evita paradas prejudiciais à operação do negócio.

Esses índices são conhecidos como: MTBF e MTTR. São indicadores base para qualquer tipo de empresa. Você conhece esses indicadores? Caso tenha dúvidas, não se preocupe! Confira a seguir e veja o que é MTBF e MTTR!

MTBF

A sigla MTBF é proveniente da seguinte expressão inglesa: Mean Time Between Failures, que traduzindo para o português é Tempo Médio Entre Falhas ou Período Médio Entre Falhas.

Esse indicador mensura o índice de falhas aleatórias, não levando em consideração as falhas sistemáticas — falhas devido a erros de projeto, defeitos de fabricação etc.

Como o próprio nome diz esse KPI apresenta aos gerentes e gestores o tempo em que determinada máquina ou equipamento ficou em operação sem apresentar nenhum tipo de quebra ou falha. O objetivo é fazer com que esse índice seja o maior possível, representando que o equipamento está maior tempo em funcionamento.

Para calcular o MTBF basta subtrair o tempo gasto para manutenção do tempo em que a máquina permaneceu em operação e dividir pelo número de períodos que ocorreram. Outra forma de calcular o MTBF é somando todo o tempo de funcionamento em um determinado período e dividir pelo número de falhas.

MTTR

Assim como o indicador anterior, o MTTR também é proveniente da língua inglesa, sendo a abreviação para a expressão: Mean Time To Recovery — Tempo Médio de Recuperação.

Esse índice representa o tempo médio gasto por uma empresa ou por uma equipe para reparar uma máquina ou equipamento que apresentou uma falha ou quebra. Em outras palavras, o MTTR é o tempo médio gasto para fazer com que um sistema retorne a funcionar normalmente.

Ao contrário do MTBF, o MTTR deve ser sempre o menor possível. Isso representa que quando ocorrer uma falha em determinado equipamento o tempo gasto para repará-lo e fazer com que ele retorne ao serviço será muito baixo, fazendo com que o prejuízo da empresa seja o menor possível.

O cálculo do MTTR é feito por meio da soma do total de horas em que o equipamento ficou parado dividido pelo número de falhas que ocorreram.

Cálculo da disponibilidade

Além de permitir que os gerentes monitorem as máquinas e garantir o aperfeiçoamento ao longo do tempo, esses dois indicadores possibilitam que o cálculo da disponibilidade dos equipamentos. Isto nada mais é que o tempo em que um determinado sistema está em operação.

O cálculo da disponibilidade pode ser feito por meio da divisão do MTBF pela soma do MTBF e do MTTR.

Benefícios do uso do MTBF e MTTR

Ambos indicadores são utilizados há mais de 50 anos. São considerados pelos gestores como índices de referência para a tomada de decisões e controle de um determinado negócio.

Eles ajudam nos processos de melhoria contínua, auxiliam no controle confiabilidade e permitem a monitoramento da disponibilidade dos equipamentos, auxiliando na otimização do uso e em melhores resultados.

Agora que você já sabe o que é MTBR e MTTR, siga nosso Facebook e fique por dentro de mais novidades!

Compartilhe:

Nossos
CLIENTES

Entre em contato, tire suas dúvidas!