• RIO GRANDE DO SUL
    (51) 3785-4944
  • SANTA CATARINA
    (48) 4042-2779
  • PARANÁ
    (41) 4042-3009
  • SÃO PAULO
    (11) 3042-3949
  • (51) 98189-0833
BLOG

ENTREGA E ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM TODO BRASIL.
CONDIÇÕES ESPECIAIS NO TELE-VENDAS

Conheça os 6 benefícios do uso da empilhadeira semi-elétrica

27 de agosto de 2019
Operação com empilhadeiras

Dentro da rotina logística de um armazém, não há dúvidas de que as empilhadeiras são ferramentas elementares para conseguir manter boa produtividade e dar mais segurança às movimentações de mercadorias. Nesse ponto, a empilhadeira semi-elétrica, por exemplo, se mostra altamente eficiente, ao unir custos, versatilidade e eficiência de forma positiva.

Esse modelo de equipamento é a chave para o aumento da agilidade dos processos, além de ser um dos principais facilitadores do trabalho de operadores. Tudo isso por um custo mais acessível e uma operação mais econômica e simplificada.

No entanto, como veremos a seguir, as vantagens da empilhadeira semi-elétrica não ficam restritas a esses quesitos. Continue a leitura para conhecer melhor esse modelo de equipamento e os 6 principais benefícios do seu uso!

Empilhadeira semi-elétrica: o que é

A empilhadeira semi-elétrica como, o próprio nome já diz, funciona de modo parcialmente elétrico e não utiliza fontes de energia, como a combustão, para se movimentar.

Assim, na prática, estamos falando de um dispositivo que conjuga uma operação manual com uma operação elétrica. A parte manual se relaciona com o deslocamento da empilhadeira, que precisa ser empurrada pelo operador. Já a parte elétrica está presente no levantamento da carga. Nela existe uma alavanca que se movimente de forma autônoma, fazendo a elevação dos braços da empilhadeira.

A Movimak, empresa referência no mercado de venda, locação e manutenção de equipamentos logísticos, trabalha com dois principais tipos de empilhadeira semi-elétrica:

  • corrente alternada (AC): esse modelo caracteriza-se por utilizar um suprimento de energia elétrica externa, gerada por meio da rede elétrica tradicional com voltagem de 220V. Assim, para a operação do equipamento é necessária a conexão com rede elétrica, o que é feito por um cabo de 20 metros que já acompanha a empilhadeira;

  • corrente contínua (DC): a empilhadeira semi-elétrica de corrente contínua, por sua vez, apresenta um funcionamento um pouco diferente. Aqui, o suprimento de energia vem de uma bateria automotiva acoplada ao equipamento, que pode ser carregada.

Diferença entre modelos

Quando o assunto é empilhadeira, um ponto precisa esclarecido sobre as diferenças existentes entre os modelos elétricos e aqueles a combustão. Vejamos, a seguir!

Empilhadeira à combustão

A combustão é uma máquina bem mais robusta. Este modelo de empilhadeira permite trabalhar com cargas de até 2,500kg, ao utilizar um sistema de contrapeso. Além disso, os equipamentos à combustão também operam em terrenos irregulares, isso porque essa máquina utiliza rodas e pneus. Então, é possível trabalhar em ruas, calçadas, subidas etc.

Empilhadeira semi-elétrica

A semi-elétrica, por ser um equipamento manual, limita-se em trabalhar em piso liso e plano, não sendo possível trabalhar com ela em área externa com piso irregular. Além disso, ela suporta um peso máximo de 1000kg, porque não tem nenhum tipo de contrapeso para sustentar cargas mais elevadas.

Por ser um equipamento que depende da utilização de uma bateria automotiva na maior parte dos casos, não tem um motor tão potente. Por essas razões, a sua aplicação fica restrita a situações mais específicas — o que não significa que ele não seja eficiente. Na verdade, tudo dependerá da necessidade do usuário.

6 benefícios da empilhadeira semi-elétrica

1. Impacto ambiental reduzido

Um dos grandes benefícios do uso da empilhadeira semi-elétrica está ligado à questão ambiental. Como se trata de um equipamento de operação mais simples e que utiliza uma fonte de energia mais limpa, o impacto ambiental acaba sendo menor quando comparado à empilhadeiras a combustão.

Os modelos à combustão, sobretudo aqueles que utilizam o diesel, eliminam uma série de gases tóxicos ao operar, além de necessitarem de mais insumos sintéticos para a sua manutenção, como é o caso de lubrificantes. Esses produtos, como se sabe, têm um descarte bastante sensível, pois podem degradar o meio ambiente.

2. Operação simplificada

A empilhadeira semi-elétrica é um equipamento de operação altamente simples, não necessitando de treinamentos complexos para que o operador possa utilizá-la de forma eficiente e segura.

Essa é uma característica bastante estratégica, pois permite que a empresa tenha uma menor curva de aprendizagem quando da aquisição do equipamento, garantindo uma utilização produtiva em um curto espaço de tempo.

3. Custo mais acessível

O custo é, sem dúvida, um dos principais benefícios da empilhadeira semi-elétrica. Além de oferecer mais produtividade, agilidade e versatilidade às movimentações dentro do armazém, o modelo oferece um custo-benefício extremamente competitivo, servindo bem às necessidades de diferentes perfis de negócios.

Sem altos investimentos, empresas menores, cujas operações são mais simples, podem obter um aproveitamento estratégico desse tipo de empilhadeira. Nesse sentido, por exemplo, oportuniza-se a modernização dos processos internos a partir da substituição de tarefas braçais por alternativas mecanizadas.

4. Agilidade na medida certa

Outra qualidade que pode ser mencionada em relação a empilhadeira semi-elétrica é a sua agilidade nas operações. Como a elevação das mercadorias é feita por meio de acionamento elétrico, reduz-se bastante o tempo de execução dessa tarefa.

A título de comparação, a empilhadeira semi-elétrica é bem mais rápida e menos limitada do que a manual. A empilhadeira manual, como outras máquinas manuais, tem uma elevação limitada de um metro e sessenta. Para chegar nesta altura, o esforço que o operador precisa fazer é de cerca de 120 a 130 acionamentos da bomba hidráulica.

Então, é um processo demorado que leva cerca de um a dois minutos para que se chegue na altura total. A semi-elétrica, dependendo do modelo, tem altura máxima de três metros e quarenta e pode alcançá-la em menos de um minuto. 

Assim, se com uma empilhadeira manual é possível fazer a descarga de cinco paletes em um determinado tempo, com uma semi-elétrica será possível descarregar pelos menos quatro vezes mais no mesmo tempo.

5. Flexibilidade de uso

Por se tratar de um equipamento mais compacto, a empilhadeira semi-elétrica atende bem às necessidades de armazéns com layouts mais limitados, menos espaçosos e com corredores que não comportam a circulação de empilhadeiras maiores, como é o caso dos modelos a combustão.

Além do mais, esse tipo de equipamento pode oferecer um suporte operacional interessante, mesmo em grandes armazéns, já que pode ser aplicado na movimentação de cargas mais baixas e leves, eliminando a necessidade de uso de empilhadeiras mais robustas, cujo custo operacional é mais elevado.

6. Manutenção simples e econômica

Somado ao custo mais acessível de aquisição, a empilhadeira semi-elétrica também apresenta a vantagem de apresentar um custo de manutenção reduzido. A ausência de complexas peças mecânicas, sistemas hidráulicos e motor à combustão, por exemplo, já simplifica bastante as operações e a necessidade de manutenções mais elaboradas, tanto preventiva quanto corretiva.

Por fim, o bom aproveitamento dos investimentos em empilhadeiras, em grande medida, se deve a escolha do equipamento correto. Essa decisão precisa se basear, principalmente, nas necessidades da empresa e das características físicas de suas instalações. Como vimos, a empilhadeira semi-elétrica tem características e vantagens bastante específicas, é um modelo que reúne eficiência e custos de forma equilibrada.

Então, está pensando em modernizar as operações logísticas da sua empresa? A empilhadeira pode ser exatamente o que ela necessita. Entre em contato com a Movimak e conheça toda a linha de equipamentos!

 

Compartilhe:

Nossos
CLIENTES

Nossas unidades

Temos unidades em 4 Estados

RIO GRANDE DO SUL

Berto Círio, 158,
São Luis - Canoas/RS

(51) 3785-4944

SANTA CATARINA

Rodovia José Carlos Daux,
4150 Florianópolis/SC

(48) 4042-2779

PARANÁ

Av. Cândido de Abreu, 776
Curitiba/PR

(41) 4042-3009

SÃO PAULO

Rua Sgt Alcides Oliveira, 549
São Paulo/SP

(11) 3230-6774