• RIO GRANDE DO SUL
    (51) 3785-4944
  • SANTA CATARINA
    (48) 4042-2779
  • PARANÁ
    (41) 4042-3009
  • SÃO PAULO
    (11) 3042-3949
  • (51) 98189-0833
BLOG

ENTREGA E ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM TODO BRASIL.
CONDIÇÕES ESPECIAIS NO TELE-VENDAS

Como fazer um planejamento estratégico eficiente para 2019.

19 de fevereiro de 2019
Gestão em logística

O grande objetivo de uma empresa, independente do setor de atuação, é ter sucesso e conquistar o mercado. Para que isso aconteça, é fundamental que um caminho seja traçado. Esse é o papel de um planejamento estratégico: guiar o negócio, criar uma estratégia para que todas as metas sejam alcançadas pela equipe e que, ao final do período, possam ser observados os resultados positivos.

Um planejamento estratégico bem estruturado e fundamentado, além de auxiliar as ações que deverão acontecer durante o ano, ajuda a prever a situação econômica do mercado, qual o potencial de crescimento do setor e quais dificuldades que poderão ser encontradas.

Porém, para ser realizado de forma adequada, não basta definir os resultados pretendidos. Muito estudo deve ser feito, pois os dados corretos precisam ser levantados para que as coisas saiam de acordo com o planejado.

Quer aprender como fazer um planejamento estratégico que faça sua empresa crescer? Continue lendo e descubra!

Analisar as forças e fraquezas da empresa

Não adianta forçar a barra e não querer enxergar as fraquezas. Faz parte do planejamento estratégico analisar tudo o que sua empresa tem de melhor, que pode utilizar para se diferenciar no mercado. Contudo, é fundamental também levantar quais são as fraquezas do negócio, pois é nos pontos fracos que, muitas vezes, não se presta atenção e recebe um prejuízo inesperado.

Uma excelente ferramenta utilizada no mundo administrador é a Análise “Swot”, que ajuda a fazer o levantamento das forças (strengths), das fraquezas (weaknesses), das oportunidades (opportunities ) e das ameaças (threats). Os pontos fortes e fracos da análise são fatores internos da organização que ela tem o poder de modificar e trabalhar em prol da melhoria.

Para definir as forças você pode se questionar sobre: o que sua empresa tem a mais que a concorrência? O que você oferece a mais aos clientes? E nas fraquezas o questionamento é ao contrário: o que o concorrente tem a mais que o meu negócio oferece?

Entender o ambiente externo

Esse é o segundo momento da análise Swot, que consiste em buscar as oportunidades e ameaças que o ambiente externo demonstra, que condiz com o serviço que você está prestando ou o produto que está vendendo. Para um supermercado, por exemplo, uma oportunidade é o aumento crescente da demanda por determinado item. A estratégia diz que nesse caso é seguro aumentar os estoques.

As ameaças podem ser, no mesmo exemplo, outra rede de supermercados que abre muito próxima a sua loja. São fatores que não podem ser controlados, pois estão no ambiente externo e influenciam negativamente a sua empresa.

Além disso, entender a situação geral do mercado é essencial para o planejamento estratégico. Se a economia está aquecida, as demandas aumentam, se o país está passando por um período de crise, a demanda diminui. As metas devem ser estabelecidas diante dessa análise.

Definir os objetivos desejados

Todo planejamento estratégico deve, em algum ponto, deixar claro onde se quer chegar, o quanto a empresa quer crescer e quais mercados ela quer atingir. É importante ter objetivos, pois assim os gestores sabem para onde direcionarão suas equipes.

A motivação geral da empresa vem de um objetivo bem traçado. É também essencial que esses eles sejam desafiadores, mas não impossíveis de serem alcançados. Afinal, não se domina 100% do mercado em um ano, por exemplo, isso é algo que vai acontecendo aos poucos.

Determinar as estratégias a serem realizadas

Quando os objetivos principais forem definidos, o planejamento estratégico deve dar condições para que eles sejam atingidos. Os diversos setores da empresa devem ser direcionados ao mesmo caminho. Para isso são determinadas estratégias para que toda a equipe saiba como chegar ao resultado esperado.

Se a estratégia é aumentar o share de mercado, a equipe de marketing precisará ter uma estratégia para potencializar seu alcance, o pessoal da produção deverá ver quais investimentos são necessários para atender o aumento de volume, a logística precisará pensar em quantos equipamentos logísticos novos serão necessários. Ou será que vale a pena locar os equipamentos?

Todos os setores precisam ter estratégias bem definidas pelos seus gestores para que o resultado final seja atingido.

Fazer um alinhamento com toda a equipe

Com o planejamento pronto, a mensagem precisa ser passada a quem colocará em prática as ações para que os objetivos sejam atingidos. O planejamento estratégico é algo que geralmente é completamente estruturado pela alta gestão, mas muitas vezes quem ocupa a posição e conhece as atividades na prática pode ajudar a aumentar a visão e melhorar as estratégias.

É importante alinhar com o time os objetivos, e é valido incluir as equipes em discussões sobre o planejamento, entender suas opiniões e dificuldades. Só assim a empresa consegue evoluir e se desenvolver, por meio de seus colaboradores.

Monitorar os resultados

Não adianta fazer um planejamento perfeito e não monitorar os resultados posteriormente. Entender os gargalos, verificar as dificuldades das equipes e administrar a estratégia é fundamental para guiar os resultados e se alcançar aquilo que deseja.

Defina indicadores que mostrem como os resultados estão caminhando, estude o mercado externo para verificar mudanças. Acompanhe as ações de perto, para que os desvios do plano possam ser averiguados.

Realizar os ajustes

E caso haja necessidade, não há problemas em ajustar o planejamento estratégico. Muitas vezes elementos no mercado externo mudam repentinamente, fazendo o gestor repensar em suas ações e decisões. O importante é fazer com que a empresa cresça e se desenvolva, ainda que algumas mudanças precisem ser feitas. O planejamento não deve ser algo estático.

Os passos sugeridos não são uma regra e não há uma fórmula para que o planejamento estratégico saia de forma perfeita. As empresas dependem de muitos fatores dos quais não se controla, e o mercado muda a qualquer momento. Mas você concorda que tendo um norte as pessoas sabem melhor como alcançá-lo?

Faça sua equipe trabalhar unida em prol de um mesmo objetivo e veja sua empresa se desenvolver cada vez mais. Mapeie os riscos e fraquezas e diminua os prejuízos. O planejamento estratégico deve ser o melhor amigo de um gestor ou dono de uma empresa.

Pronto para fazer um planejamento estratégico e aumentar o crescimento da sua empresa? Se nosso post te ajudou, assine a newsletter e receba mais conteúdos como este direto na sua caixa de entrada!

Compartilhe:

Nossos
CLIENTES

Entre em contato, tire suas dúvidas!
[recaptcha]