• RIO GRANDE DO SUL
    (51) 3785-4944
  • SANTA CATARINA
    (48) 4042-2779
  • PARANÁ
    (41) 4042-3009
  • SÃO PAULO
    (11) 3042-3949
  • (51) 98189-0833
BLOG

ENTREGA E ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM TODO BRASIL.
CONDIÇÕES ESPECIAIS NO TELE-VENDAS

Transpalete: o que é e quais são as suas principais vantagens?

8 de julho de 2019
Gestão em logística

Otimizar a movimentação de cargas em armazéns e galpões é o segredo do sucesso em muitas empresas do ramo logístico e/ou de transporte. Nesse sentido, ferramentas como o transpalete podem ser o diferencial que falta para o seu negócio.

O fato é que, quando uma empresa se mostra produtiva na movimentação de mercadorias, ela consegue impulsionar diversas outras áreas essenciais para o negócio, como recebimento, distribuição, armazenamento etc.

Então, para que você saiba o que é transpalete e entenda a importância dele, a seguir, abordaremos diferentes pontos sobre o assunto: conceito, funcionalidade, vantagens e qual o melhor modelo. Continue lendo e confira!

O que é um transpalete?

Também conhecido no meio logístico como paleteira, o transpalete é um equipamento utilizado dentro e fora de galpões e armazéns para levantar e movimentar cargas pesadas de um lado para o outro.

No geral, um transpalete é uma ferramenta no formato de um “garfo”, com rodas duplas em cada um dos lados. Essa estrutura facilita a movimentação de cargas e faz com que o usuário não necessite de muita força durante a ação.

Toda a carga deve ser colocada em cima dos garfos, tornado a largura das peças um dos principais indicadores para o suporte de peso da ferramenta quanto mais largos os garfos, mais potente o equipamento.

Em suma: o transpalete nada mais é do que um equipamento utilizado para ajudar profissionais do setor de logística e de transporte a movimentarem cargas pesadas em armazéns e centros de distribuição. E mesmo sendo um objetivo relativamente simples, ele apresenta alta performance e grandes vantagens. Continue lendo para saber mais!

Como funciona o transpalete?

Como explicado, um transpalete tem como objetivo principal levantar cargas pesadas sem necessitar de muito esforço físico por parte do usuário.

Mas a sua funcionalidade não se restringe a isso. O formato da paleteira é estratégico, feito exatamente para garantir a segurança do operador. Ou seja, durante a prática, o manuseador se mantém protegido de qualquer lesão que possa ocorrer devido ao peso ou mesmo em eventuais tombamentos.

Além da manipulação simples, o transpalete apresenta elevada potência para suportar peso. Em média, uma ferramenta de boa qualidade consegue carregar até 2.500 Kg.

Quais os tipos de transpaletes?

Ainda que o modelo manual seja o mais usado e conhecido, existem dois modelos de transpalete: o manual e o elétrico. Confira as principais diferenças entre eles.

Transpalete manual

O transpalete manual é basicamente a ferramenta que fora descrita nos tópicos anteriores. A sua principal particularidade é o processo de funcionamento, que utiliza uma bomba hidráulica junto a uma máquina de aço básica para a operação.

Aqui, o usuário só precisa bombear a hidráulica do equipamento realizando movimentos para cima e para baixo, a fim de levantar a carga acima dos garfos. Com a mercadoria elevada e as rodas livres para a movimentação, é só realizar o deslocamento.

Para descer a carga, o operador só precisa puxar uma alavanca que, geralmente, se encontra na parte lateral da ferramenta.

Transpalete elétrico

Como o nome pressupõe, o transpalete elétrico utiliza fonte externa para o funcionamento da ferramenta. Nesse modelo, é utilizada uma bateria como alimentação principal, carregada na energia elétrica.

Em razão disso, uma paleteira elétrica é muito maior que a manual, sendo uma desvantagem no quesito espaço. Em contrapartida, todos os processos executados pela ferramenta são acionados apenas pressionando alguns botões.

O transpalete elétrico também suporta um peso maior de carga, girando em torno de 3.000 Kg. No entanto, tanto o investimento inicial quanto a manutenção são mais elevados do que o modelo manual.

Quais as principais vantagens do uso do transpalete?

Então, agora que você já sabe o que é, para que serve e quais os modelos de transpaletes existentes, entenda as vantagens que a sua empresa pode obter ao implementar o equipamento no dia a dia.

Aumento da produtividade

A verdade é que, sem a utilização de um transpalete, o trabalho em um armazém se torna quase impossível. Ainda que as empilhadeiras possam ser utilizadas para as mesmas funções, elas aumentam consideravelmente o investimento, onerando o caixa financeiro da empresa.

Com o transpalete a situação muda totalmente. A ferramenta permite que os funcionários movimentem as mercadorias com o mínimo de esforço em curto espaço de tempo, otimizando todo o trabalho.

Isso também é importante para diminuir os riscos de acidente, pois nenhum funcionário precisará movimentar as cargas utilizando as próprias mãos.

Fácil manuseio

Como vimos ao longo do texto, o transpalete apresenta formato simples, sem nenhum tipo de componente complexo. Isso é excelente, pois permite que qualquer funcionário manuseie o equipamento sem a necessidade de treinamentos ou habilitações fatores que são imperativos no caso de empilhadeiras.

Melhor aproveitamento e redução de custos

O transpalete é uma das poucas ferramentas que apresentam a mesma produtividade mesmo em pisos irregulares. Ainda que o chão do armazém não seja uniforme, o condutor conseguirá movimentar a carga redobrando a atenção e o cuidado, logicamente.

Além desse melhor aproveitamento, o transpalete manual demanda um gasto com manutenção baixíssimo. Fora toda a otimização de tempo e espaço provida pela ferramenta, o que também contribui bastante para a redução de custos.

Como escolher um transpalete?

Tendo todas essas informações sobre o transpalete, fica muito mais fácil escolher a ferramenta ideal para a sua empresa. Todavia, além de detalhes sobre o modelo do equipamento, é essencial conhecer as necessidades e a realidade do seu negócio.

Como vimos, o transpalete manual apresenta baixo custo de manutenção e alta eficiência produtiva, porém, ainda há a necessidade de certo esforço físico para a movimentação.

Já o modelo elétrico é mais eficiente e suporta um peso maior, mas demanda investimento elevado em compra e manutenção.

O segredo para não errar é sempre considerar o custo-benefício antes do preço. Analise quais vantagens a sua empresa terá em médio e longo prazo na escolha de cada modelo.

Enfim, esses foram os pontos principais que você precisa saber sobre o transpalete. Para não correr riscos na hora de adquirir o equipamento, considere ferramentas de empresas especializadas no setor logístico, como a Movimak, garantindo melhor investimento e impulsionando de fato os seus processos. Então, não perca tempo, otimize agora mesmo a rotina de trabalho da sua empresa.

Quer ter os melhores produtos logísticos no seu armazém ou galpão? Então entre em contato conosco e conheça nosso catálogo.

Compartilhe:

Nossos
CLIENTES

Nossas unidades

Temos unidades em 4 Estados

RIO GRANDE DO SUL

Berto Círio, 158,
São Luis - Canoas/RS

(51) 3785-4944

SANTA CATARINA

Rodovia José Carlos Daux,
4150 Florianópolis/SC

(48) 4042-2779

PARANÁ

Av. Cândido de Abreu, 776
Curitiba/PR

(41) 4042-3009

SÃO PAULO

Rua Sgt Alcides Oliveira, 549
São Paulo/SP

(11) 3230-6774