• RIO GRANDE DO SUL
    (51) 3785-4944
  • SANTA CATARINA
    (48) 4042-2779
  • PARANÁ
    (41) 4042-3009
  • SÃO PAULO
    (11) 3042-3949
  • (51) 98189-0833
BLOG

ENTREGA E ASSISTÊNCIA TÉCNICA EM TODO BRASIL.
CONDIÇÕES ESPECIAIS NO TELE-VENDAS

Afinal, o que é o sistema de armazenagem drive-in e quando usá-lo?

17 de março de 2019
Gestão em logística

O sistema de armazenagem drive-in é uma estrutura construída por blocos contínuos de armazenagem que proporcionam a utilização máxima disponibilizada no local, diminuindo a quantidade de corredores para a movimentação das empilhadeiras e, assim, permitindo um melhor aproveitamento do espaço. Dessa maneira, o sistema amplifica a capacidade de estocagem, prometendo acelerar os processos.

É aconselhado para armazéns que operam com grande volume de uma mesma mercadoria e fazem a entrada e saída de produtos em paralelo com grandes quantidades. Um diferencial que esse sistema oferece é a alta capacidade de armazenamento por metro quadrado, ocasionada pela subtração de corredores.

Quer ficar mais por dentro deste assunto? Continue lendo nosso post sobre o que é o sistema de armazenagem drive-in e quando usá-lo!

Características do sistema drive-in

A estrutura de armazenagem drive-in é bem pesada, sendo ela composta por montantes verticais que são encaixados nos trilhos e braços ajustáveis à sua altura. Os montantes são formados por duas pilastras, que estão ligadas por diagonais e travessas, manipulando um rígido quadro vertical.

Isso origina planos de carga horizontais, permitindo, assim, locar os paletes sobre os trilhos. É válido ressaltar que os blocos de estruturas contínuas não possuem vigas centrais que impossibilitem a entrada e o manuseio da empilhadeira.

A escolha correta do sistema de armazenagem faz toda a diferença para a empresa. Nesse sentido, não se pode esquecer de levar em consideração as soluções necessárias para suas atividades, como: separação e frequência da utilização das mercadorias, produtividade, capacidade de atendimento, área total disponível, projeção de crescimento etc.

Diante desse cenário, o sistema de armazenagem drive-in permite eficácia e solução inteligente para sua operação logística. Estas são as características básicas desse sistema de armazenagem:

  • permite carga e descarga independente em seu sistema;
  • garante o aproveitamento do espaço em nível máximo;
  • oferece armazenamento sazonal;
  • permite facilmente sua extensão, atendendo as necessidades do cliente;
  • trabalha com grandes quantidades de um mesmo material.

O armazenamento correto no sistema drive-in é necessário para que as cargas sejam acomodadas no fundo das prateleiras, originando duas fileiras. O endereço precisa ser fixado nas prateleiras do drive-in, podendo ser colocado de baixo para cima ou de cima para baixo.

Já as empilhadeiras, dentro do sistema drive-in, são capazes de adentrar nas posições dos paletes armazenados nas prateleiras, viabilizando o uso do método LIFO (last in first out – último que entra, primeiro que sai), em conformidade com as necessidades da empresa.

Portanto, este sistema estruturado na modalidade de armazenamento drive-in permite a combinação das vantagens do armazenamento convencional com o armazenamento em blocos, propiciando uma proteção maior aos materiais, permitindo grande altura de empilhamento e utilizando melhor o espaço.

Funcionamento do sistema de armazenagem drive-in

No funcionamento de armazenagem drive-in, obrigatoriamente, o primeiro que sai é o último que entra. Esta estrutura de armazenagem dispõe apenas de um corredor de entrada, onde a carga e a descarga são processadas em posições inversas. Assim, especifica-se a operação como método LIFO, onde a última carga que entrou será a primeira carga a sair.

Esse método simplifica a manipulação das mercadorias e diminui o risco de danos, visto que não haverá transições constantes na organização dos seus estoques. Contudo, o sistema é montado de forma que as empilhadeiras possam se mobilizar dentro de sua própria estrutura, depositando os porta paletes em modo longitudinal. Ou seja, permite-se fazer tanto o abastecimento quanto a retirada das mercadorias.

Vantagens do modelo de armazenamento

Para as empresas que não têm o índice de rotatividade de seus estoques elevado, o sistema de armazenamento drive-in oferece as seguintes vantagens:

  • reduz a extensão dos corredores, já que é adaptável para grande quantidade de armazenamento vertical;
  • proporciona maior proteção para as mercadorias armazenadas, minimizando os riscos de esmagamento e queda;
  • dispensa o uso de uma empilhadeira específica, podendo fazer o uso das empilhadeiras comuns, porém com algumas adaptações de segurança na cabine de operação;
  • conta com estrutura funcional, ou seja, que pode ser desmontada e remontada em outro ambiente;
  • oferece facilidade na localização das mercadorias;
  • requer baixo investimento, apesar do custo desse sistema ter o valor em torno de duas vezes maior que a estrutura convencional;
  • otimiza o espaço pelo fato desse sistema utilizar a metade de um porta palete convencional, ou seja, aumenta o armazenamento de paletes em um mesmo local.

Podemos analisar, diante dessas vantagens, que a modalidade de armazenamento drive-in é uma boa prática de implantação em uma empresa para otimizar seu espaço e melhorar sua economia.

Indicações e contraindicações do sistema

Esse método de armazenagem pode ser empregado por diversas categorias. Ele é mais eficiente nos serviços de logística no qual a rotação tem menor frequência, mas também pode ser utilizado em empresas com maior movimentação, desde que a armazenagem seja muito bem planejada.

Portanto, esse tipo de estrutura não é apropriada para indústrias que precisam constantemente estar em movimento, como as dos ramos farmacêutico e alimentício. Assim sendo, o drive-in é ideal para indústrias mobiliárias e metalúrgicas que armazenam grande número de peças para sua fabricação.

Assim como toda em estrutura de armazenagem, também existem algumas contraindicações. Não é aconselhável empregar esse modelo para mercadorias com curtos prazos de validade, caso contrário a sua implantação irá exigir um planejamento logístico e operacional mais preciso. Para empresas que trabalham com produtos que demandam separação de modo fragmentado, também não se recomenda essa estrutura.

Para que se tenha um melhor aproveitamento de espaço e eficácia nas atividades de manipulação, é de grande necessidade trabalhar com um projeto que esteja em conformidade com as dimensões do armazém. Ou seja, é imprescindível o mapeamento da área para determinar a estrutura.

Sendo assim, o sistema de armazenagem drive-in é uma boa escolha para as empresas nas quais a estocagem não é manipulada com grande periodicidade, pois esse tipo de sistema viabiliza os custos da organização por meio da potencialização do layout do armazém.

Gostou do nosso post sobre o sistema de armazenagem drive-in? Então aproveite sua visita em nosso blog e também aprenda mais sobre como o uso de equipamentos pode agilizar a pesagem de materiais!

Compartilhe:

Nossos
CLIENTES

Nossas unidades

Temos unidades em 4 Estados

RIO GRANDE DO SUL

Berto Círio, 158,
São Luis - Canoas/RS

(51) 3785-4944

SANTA CATARINA

Rodovia José Carlos Daux,
4150 Florianópolis/SC

(48) 4042-2779

PARANÁ

Av. Cândido de Abreu, 776
Curitiba/PR

(41) 4042-3009

SÃO PAULO

Rua Sgt Alcides Oliveira, 549
São Paulo/SP

(11) 3230-6774